A criminalidade esquerdista está ganhando de 10 a 0

Qualquer um pode falar o que quiser e dar a desculpa que quiser, mas a realidade é esta: a criminalidade esquerdista está ganhando de 10 a 0 dos conservadores e o jogo, do qual depende o destino do Brasil, já está nos 30 minutos do segundo tempo.

Lula, Zé Dirceu e narcotraficantes estão soltos e ativos; Globo e CNN barbarizam; STF faz o que bem entende e quando entende; Congresso se recusa a trabalhar a favor do país; governadores e prefeitos rindo do governo federal enquanto destroem a economia; a Polícia Federal invadindo a casa de jornalistas conservadores.

As urnas Smartmatic continuam intocáveis; o Aliança pelo Brasil não se concretizou; muitos aliados de Bolsonaro estão começando a se acovardar, com medo de serem os próximos a terminarem num presídio dominado pelo PCC, bastando para isso o capricho totalitário de um juiz.

Se nesses últimos 15 minutos de jogo o governo federal não tratar a criminalidade esquerdista do modo que REALMENTE merece, e não só no campo verbal, mas no da ação, o Brasil terá perdido a maior oportunidade da história de se tornar uma nação verdadeiramente democrática, próspera e livre.

Bolsonaro, em quem votei, votarei de novo e continuarei defendendo, é um homem honesto e corajoso, mas cercado de covardes e progressistas.

Basta rever o famoso vídeo da reunião.

Enquanto Bolsonaro fala claramente que as pautas conservadoras devem ser defendidas, apenas um ou outro, a exemplo de Weintraub, faz cara de aprovação.

A maioria faz cara de bunda, de fresco constrangido, de progressista traíra.

Dez a zero, aos 30 minutos do segundo tempo …


(por Marco Frenette – jornalista, escritor, editor e diretor de comunicação | via rede social)

publicidade


PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com