A fome está dobrando a esquina. Alimentar-se de RAÇÃO será o “novo normal”?

Tudo leva a crer que estamos numa fase de transição. Resquícios do “antigo normal” só sobreviverão até 2023.

A partir daí vai de mal a pior. Aliás, já começaram a pulular manchetes do tipo “Como comer INSETOS poderá ajudar contra o aquecimento global?”, “Você comeria ração de cachorro para lutar contra as mudanças climáticas?” “Você comeria seu próprio Pet para sobreviver?” “Cientistas recomendam comer CARNE HUMANA para combater mudanças climáticas”.

A atmosfera de fome e escassez já vem sendo plantada no imaginário coletivo há uma década, e finalmente este dia chegou, não de maneira natural, não pelas tais “mudanças climáticas”, nem por um “colapso do sistema capitalista”, mas sim por politicas autoritárias de “Lockdowns” que tiveram um vírus muito suspeito como pretexto.

Eles causaram o problema que eles anunciaram, e como solução propõem o mau e velho COMUNISMO, agora em escala planetária.

Já estamos vivendo num enorme campo de concentração, onde só se pode ir e vir para trabalhar, onde se limita nosso consumo ao essencial, e onde participamos de experimentos científicos contra nossa vontade (vacinas DNA e RNA).

Com o colapso da economia, a fome está dobrando a esquina, e alimentar-se de RAÇÃO será o “novo normal”.

Não quero ser pessimista, nem posar de profeta do apocalipse, mas está tudo bem desenhado e conduzido para isso.

(Rodrigo Miceli – escritor)

publicidade


PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com