Alguém avisa pro Bolsonaro que agora ele é o presidente

Amanda Nunes Brückner | 22/11/2018 | 2:13 AM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Presidente eleito quer assistir a partida do seu time de coração, o Palmeiras

Jair Bolsonaro declarou que tem intenções de assistir a partida entre Vasco e Palmeiras no próximo domingo (25), em São Januário, estádio localizado no Rio de Janeiro, capital.

O trastorno causado à equipe de segurança do presidente foi imediato […] 90% dos integrantes da equipe não concordam com essa exposição desnecessária de Bolsonaro em um momento tão conturbado.

O presidente eleito torce pelo Botafogo no RJ e pelo Palmeiras em SP.

Seu nome de Batismo (Jair) é uma homenagem ao jogador Jair Rosa Pinto, ex-Palmeiras.

Bolsonaro já ouviu recomendações para não ir, mas insiste em comparecer ao estádio.


AMEAÇAS REAIS

Após o atentado à faca ocorrido em Juiz de Fora/MG, a segurança de Bolsonaro foi reforçada, porém as equipes de inteligência já detectaram reais possibilidades de novo ataques.

Grupos terroristas que lutam contra a libertação de Israel (como Hamas, Hezbollah, E.I entre outros) estão sendo monitorados pelas inteligências do Exército e da PF […] além é claro de outras facções criminosas (conhecidas) que estão instaladas no Brasil […] há também o risco de ataques vindo de ‘lobos solitários’, como foi o caso de Adélio Bispo.


ALGUÉM AVISA PRA ELE QUE AGORA ELE É O PRESIDENTE

Por mais que queira demonstrar humildade e continuar com seus hábitos simples, Bolsonaro não pode mais se expor como um cidadão comum.

Não dá mais para ir ao caixa eletrônico sacar R$ 200,00 para comprar carnes para o churrasco do fim de semana, como ele tem feito praticamente todo domingo.

Não dá mais para tomar água de côco na orla da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

Não dá mais para comparecer a estádios de futebol lotados com 50,60,70 mil pessoas.

Não dá mais para cortar o cabelo no salão do ‘tiozinho’ que cobra 40 reais.

Não dá Bolsonaro !!!

Além do próprio presidente, policiais federais e pessoas comuns passariam a estar em risco com essas atitudes ‘a La Mujica’.

O cargo de presidente prevê certas responsabilidades e protocolos que devem ser seguidos à risca.

Ou será que ele não sabia disso quando se candidatou?

Estamos em guerra presidente … é hora de vestir o uniforme e não a camisa de um time de futebol !!!


(Patrícia Carvalho com informações do jornalista Eduardo Barretto, da revista Crusoé.)

 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.