Esposas de Toffoli e Gilmar foram alvos da Receita Federal

01/08/2019

‘Antes de travar investigações do Coaf, esposas de Toffoli e Gilmar foram alvos da Receita’

O ministro e presidente do STF, Dias Toffoli, pode ter agido em benefício próprio quando ordenou que os processos baseados em dados sigilosos do Coaf, Receita Federal e Banco Central obtidos sem autorização prévia da Justiça fossem suspensos.

Informações divulgadas pela revista Crusoé mostram que Tofolli estava tentando ‘deter’ esse tipo de investigação depois que a Receita começou a buscar dados sobre o escritório de sua esposa, a advogada Roberta Maria Rangel.

Dessa forma, segundo a Crusoé, além de beneficiar sua esposa, Tofolli também estaria ajudando o ministro Gilmar Mendes, uma vez que sua esposa, Guiomar Mendes, também estava sendo alvo de uma apuração interna da Receita Federal.