Após demissões em massa, afliadas da Globo estariam sendo vendidas

Amanda Nunes Brückner | 23/01/2020 | 10:19 AM | MÍDIA
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

PARANÁ

Segundo informações do Paraná Portal, a RPC (maior rede de televisão do Estado do Paraná) , de propriedade das famílias Cunha Pereira e Lemanski, estaria à venda pelo valor de R$ 900 milhões.

Um grupo de empresários do estado, que atua em vários setores da economia, chegou a analisar balanços e patrimônio e fez uma proposta de R$ 400 milhões, cifra que não teria interessado aos proprietários.

“Teria pesado na avaliação do grupo empresarial a polêmica entre o presidente Jair Bolsonaro e a Rede Globo nacional envolvendo a renovação da concessão em 2022. O próprio Bolsonaro disse que analisará com profundo cuidado essa renovação de concessão.” explicou o site Paraná Portal.

RIO GRANDE DO SUL

Uma negociação semelhante ocorre no RS, onde a RBS foi ofertada por R$ 800 milhões. Dois grupos empresariais se juntaram e ofereceram R$ 500 milhões em função, principalmente, pelo alto valor imobiliário do grupo, ou seja, terreno onde estão as instalações técnicas (torre de transmissão).

RIO GRANDE E SANTA CATARINA

O Portal Making Of, especializado no setor de comunicações, informa que o grupo RBS – família Sirotsky – proprietário de emissoras de TV, rádios e jornais no Rio Grande do Sul, já tem sua venda praticamente definida. Valores e nomes dos compradores ainda não foram revelados.

A negociação já teria sido informada à Rede Globo, a qual as emissoras de TV do grupo são afiliadas e a quem cabe manifestar-se sobre a nova sociedade.


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.