Após vídeo vazado, Pentágono não descarta evidências de alienígenas

11/06/2021

Um relatório do governo dos EUA sobre avistamentos de objetos voadores não identificados (OVNIs) não descartou evidências de atividades alienígenas, segundo autoridades norte-americanas.

Cerca de 120 incidentes estão sendo investigados. O relatório não faz avaliações definitivas sobre o que os objetos podem ser, disseram as autoridades.

Uma versão desclassificada do documento deve ser entregue aos legisladores em junho.

O relatório é produto de uma força-tarefa militar criada no ano passado para investigar décadas de avistamentos aéreos inexplicáveis ​​no espaço aéreo dos Estados Unidos.

O Departamento de Defesa disse que deseja “melhorar sua compreensão” dos fenômenos aéreos não identificados (UAP), também conhecidos como OVNIs, e determinar se eles representam ameaças à segurança nacional.

Detalhes dos documentos foram divulgados pelo jornal New York Times , seguido pela emissora CNN e pelo Washington Post .

Autoridades confirmaram que dos mais de 120 incidentes documentados nas últimas duas décadas, a maioria foi relatada por militares da Marinha dos Estados Unidos, enquanto alguns envolveram militares estrangeiros.

Citando funcionários da inteligência, o jornal NY Times disse que a tecnologia experimental de uma potência rival, como a China ou a Rússia, pode ser responsável por parte desses fenômenos aéreos.

Quais incidentes de OVNIs foram relatados?

O programa 60 Minutes, da rede CBS News, entrevistou pilotos da Marinha dos Estados Unidos que disseram ter visto aeronaves inexplicáveis ​​que voavam mais rápido e eram mais manobráveis ​​do que qualquer coisa vista antes.

Um piloto aposentado, Ryan Graves, disse que seu esquadrão de caça começou a ver OVNIs pairando sobre o espaço aéreo restrito na costa da Virgínia em 2014.

Ele disse que os objetos não tinham asas ou escapamentos visíveis e estavam viajando a velocidades que pareciam desafiar os limites da tecnologia conhecida.

Graves disse que vários pilotos, que treinaram na costa do Atlântico, tiveram avistamentos semelhantes “todos os dias por pelo menos alguns anos”.

No mês passado, Luis Elizondo, um ex-agente de contra-inteligência dos EUA, disse à ABC News que alguns dos objetos avistados “podem superar qualquer coisa que tenhamos em nosso estoque”.

“O resultado final é que simplesmente não sabemos.” declarou Luis.

Em abril do ano passado, o Departamento de Defesa divulgou três vídeos desclassificados do que dizia mostrar os tais “fenômenos aéreos inexplicáveis”.

O departamento disse que queria “esclarecer quaisquer equívocos do público sobre a autenticidade das filmagens”, que foram vazadas em 2007 e 2017.

OVNIs: Pentágono confirma que vídeo vazado é parte de investigação


 

0 0 votes
Article Rating

Deixe um comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments