Sem Sérgio Moro, não há governabilidade

Guilherme Santiago | 23/01/2020 | 6:37 PM | GOVERNO
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Em maio de 2018, o ministro Sérgio Moro chegou a cogitar, com seus assessores, a possibilidade de pedir demissão do cargo, registrou a Crusoé.

De acordo com a matéria, Moro não estaria satisfeito com as recorrentes sabotagens contra sua gestão e chegou a afirmar que, caso o governo começasse a ‘diminuir’ seus poderes, a permanência no cargo ficaria insustentável.

Moro já perdeu o controle do Coaf por questões de politicagem e agora corre o risco de perder o Ministério da Segurança Pública … órgão que engloba o comando da Policia Federal.

A medida é vista como uma espécie de “rasteira” no ministro e o ‘organizador’ desse golpe covarde tem nome: Rodrigo Maia.

Ouça o próprio Maia tramando contra Sérgio Moro:

Se Bolsonaro perder Sérgio Moro, ele perderá 50% da credibilidade de seu governo … os outros 50% estão nas mãos de Paulo Guedes, ministro da Economia.

Sem Guedes e sem Moro, não há governabilidade.


Não esqueceremos: Maia chamou Sérgio Moro de “empregadinho do Bolsonaro”

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.