Sem provas, segue o jogo. Bolsonaro continua comandando o país com seus 57 milhões de votos

Patrícia Moraes Carvalho | 27/04/2020 | 1:52 PM | POLÍTICA
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Ministros do STF disseram que não é possível condenar o presidente Jair Bolsonaro com as provas existentes até o momento, informou a CNN Brasil.

“Nem os prints de conversas entre Bolsonaro e Sergio Moro e nem as falas do ex-ministro da Justiça são suficientes para imputar ao presidente os crimes descritos no pedido de abertura de inquérito do procurador-geral da República, Augusto Aras.” publicou.

Ministros da Suprema Corte têm declarado que não é possível derrubar um presidente com base em conversas de WhatsApp, a não ser que Moro apresente provas robustas contra Bolsonaro.

Se Moro trouxer algum sinal de interferência do presidente durante o período em que estava na Justiça, ele acabará se comprometendo e poderá ser enquadrado no crime de prevaricação. [crime cometido por funcionário público quando, indevidamente, este retarda ou deixa de praticar ato de ofício, ou pratica-o contra disposição legal expressa, visando satisfazer interesse pessoal.]

Ou seja, Moro teria [supostamente]  deixado de comunicar um crime quando deveria tê-lo feito.

E segue o jogo … Bolsonaro continua comandando o país com seus 57 milhões de votos.


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.