Bolsonaro sobre deputado que chamou Moro de Ladrão: “Não tem caráter, não tem moral. É um mentiroso”

04/07/2019

Em 2016, durante o processo de votação do impeachment de Dilma Rousseff, o deputado Glauber Braga (do PSOL) fez um discurso inflamado e justificou seu voto fazendo referência a figuras históricas … quer dizer, figuras terroristas históricas.

Ele citou o líder guerrilheiro Carlos Marighella, considerado um dos maiores inimigos da Pátria.

O (na época) deputado Jair Bolsonaro colocou Braga em seu devido lugar.

Confira:



Leia também: