Há 50 anos, CPF de Marighella era cancelado: “Pregava o extermínio da Polícia e das Forças Armadas”

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Vídeo de Bolsonaro no final da matéria

Um rápido resumo de quem foi Carlos Marighella:

Nasceu em 1911, na cidade de Salvador, Bahia. Foi militante político, abandonou seus estudos de Engenharia Civil e se filiou ao Partido Comunista Brasileiro (PCB).

Foi preso inúmeras vezes.

No ano de 1964, entrou em confronto direto com a polícia bradando a favor do comunismo.

Em 1967, formou o grupo Ação Libertadora Nacional, cujo objetivo principal era treinar grupos guerrilheiros para formar um movimento armado urbano.

O segundo objetivo desse grupo foi arrecadar 500 mil dólares realizando uma série de assaltos a banco na cidade de São Paulo.

Na primeira ação, eles conseguiram roubar 10 mil dólares de uma instituição bancária.

Em 1968, foi descrito (pelas autoridades) como “líder terrorista”.

No dia 4 de novembro de 1969, em uma ação planejada pela Delegacia de Ordem Política e Social, Carlos Marighella foi morto em São Paulo, aos 57 anos.


Palavras do Presidente


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Caso queira nos ajudar diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

facebook: fb.com/diariodobrasil
 
® 2014 Diário do Brasil
Back to Top