Brasil: 46% a favor da pena de morte e 69% a favor da prisão perpétua

Edson Jorge Silveira | 18/08/2020 | 9:00 AM | COTIDIANO
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Bala perdida, assaltos, sequestros, estupros, pedofilia, violência doméstica, policiais sendo assassinados diariamente, pessoas perdendo seus entes queridos, enfim, uma banalização total da vida! Essa é a realidade do Brasil das últimas décadas.

Uma pesquisa *** realizada pela CNI/Ibope (em março de 2020) mostra claramente o que os brasileiros pensam sobre a violência generalizada.

Dados divulgados apontam que que 79% dos entrevistados acreditam que penas mais rígidas podem reduzir drasticamente a criminalidade.

46% dos entrevistados defendem a pena de morte e 69% são a favor da prisão perpétua para crimes ediondos.

A pesquisa também revelou que 86% dos entrevistados são totalmente a favor da redução da maioridade penal para 16 anos.

Com relação à segurança pública no país, 52% consideram que o governo age de maneira ruim ou péssima.

DROGAS, ARMAS E BEBIDAS ALCOÓLICAS

70% dos entrevistados se declararam contrários ao porte *** de armas pelo cidadão comum e também contra a legalização e venda da maconha.

65% dos consultados também declararam que  concordam com a a proibição da venda de bebidas alcoólicas após às 0:00 horas.

Foram consultadas 2.002 pessoas em 141 cidades do país.


*** Não confundir porte com posse:

posse consiste em manter no interior de residência (ou dependência desta) ou no local de trabalho a arma de fogo.

Já o porte de arma de fogo é o documento, com validade de até 5 anos, que autoriza o cidadão a portar, transportar e trazer consigo uma arma de fogo, de forma discreta, fora das dependências de sua residência ou local de trabalho.


*** no final de 2018 ***

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.