Centenas de celulares de autoridades foram hackeados

Amanda Nunes Brückner | 24/07/2019 | 1:33 PM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Os quatro hackers presos pela Operação Spoofing, da Polícia Federal, são acusados de terem invadido não só os celulares do ministro Sergio Moro e do procurador Deltan Dallagnol, como também centenas de aparelhos de diversas autoridades.

De acordo com o jornalista Merval Pereira, o caso é bem maior do que as informações que já foram divulgadas até o momento.

Todas as pessoas que foram hackeadas são autoridades do governo e jornalistas e não estão necessariamente ligados com a Operação Lava Jato.

O objetivo principal das investigações é saber quem contratou os hackers e quem repassou as informações para o site IntercePT Brasil.

A justiça federal, através do juiz Vallisney de Souza Oliveira, deverá quebrar parte do sigilo ainda hoje.

A coisa vai feder … e muito!


atualização … 13h37 …

O juiz Vallisney de Souza também determinou que a Foxbit, a Brasiliex e o Mercado Bitcoin (empresas que operam no mercado de moedas virtuais – Bitcoins) deem informações se os quatro suspeitos detidos pela PF fizeram operações de investimentos e/ou recebimentos no mercado virtual.

 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.