China dá ‘sumiço’ em bilionário após ele declarar que Xi Jinping ‘manipulou o surto de coronavírus’

08/04/2020


Ren Zhiqiang, bilionário chinês do ramo imobiliário, desapareceu na China.

Amigos do magnata disseram que ele foi visto pela última vez há cerca de 1 mês.

Em um artigo publicado no mês de fevereiro, Zhiqiang disse que o surto do novo coronavírus em Wuhan foi causado pela “esclerótica cultura” do comunismo.

Zhiqiang também disse que o PCC [Partido Comunista da China] silencia a livre expressão.

Antes de desaparecer sem deixar rastros, ele acusou o presidente Xi Jinping de ser um “palhaço sedento de poder manipulado mal o surto de coronavírus”, destacou o New York Times.

Na tarde de ontem (07), o Partido Comunista confirmou que estava investigando o magnata.

Autoridades disseram que ele era suspeito de “graves violações da disciplina e da lei”, um eufemismo que as autoridades costumam usar para corrupção e abusos de poder.