“China dificilmente terá uma segunda onda”

Zhong Nanshan, epidemiologista e pneumologista chinês que descobriu o coronavírus da SARS em 2003, declarou que …

“a China dificilmente terá uma segunda onda de coronavírus por causa das medidas de prevenção e controle abrangentes e rígidas”

O ex-presidente da Associação Médica Chinesa sugeriu que a segunda onda de coronavírus já começou em várias partes do mundo, mas destacou que seu país foi prudente e organizado ao lidar com o vírus:

“As autoridades de Pequim agiram rapidamente para impedir que a doença se espalhe ainda mais, colocando os distritos vizinhos em uma “situação de guerra” e reimpondo restrições à circulação de pessoas, escolas, turismo e eventos de entretenimento em toda a cidade.”

Ainda de acordo com o médico, os bloqueios imediatos e os testes em massa, mesmo aos primeiros sinais de infecção, foram vitais para o sucesso da China no controle da doença, permitindo que sua economia se recuperasse rapidamente da crise.

O país, que possui quase 1,4 bilhão de habitantes, relatou 4.634 mortes por Covid-19 … o índice de cura daqueles que se infectaram é de mais de 94%, segundo as autoridades.

Zhong não contou o ‘milagre’ chinês que foi usado para superar o vírus, mas garantiu que as medidas mais eficazes para o público em geral são manter o distanciamento social e usar máscaras.

Será?

 


 

publicidade


PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com