China se irrita com vídeo falso e garante a seus cidadãos que eles não irão andar ‘como pinguins’ após teste anal de coronavírus

03/02/2021

(Paty Carvalho para o Diário do Brasil | se for copiar e colar, por favor dê os devidos créditos ao blog)

Autoridades chinesas rotularam um vídeo viral como “falso” depois que imagens mostraram pessoas andando “como pinguins” após um esfregaço anal para testar o novo coronavírus.

Irritados com o vídeo, os poderosos do governo comunista garantiram aos cidadãos que não sairiam gingando como aves depois de passar pelo procedimento médico, que está sendo usado no país para triagem de casos de COVID-19.

Nenhuma explicação oficial foi dada sobre o motivo pelo qual as pessoas foram filmadas caminhando de maneira desajeitada.

Especialistas acreditam que o método é muito mais preciso do que um swab nasal ou da garganta e pode aumentar as chances de detecção do vírus.

Segundo instruções oficiais , o esfregaço anal precisa ser inserido cerca de três a cinco centímetros (1,2 a 2 polegadas) no reto do paciente e girado várias vezes para coletar sua amostra.

Foi explicado que o teste é realizado por um profissional da área de saúde e leva cerca de 10 segundos.

O vídeo em questão mostra cidadãos chineses caminhando com as pernas rígidas e os braços ligeiramente abertos enquanto saem de um hospital e teria sido filmado no dia 28 de janeiro em Shijiazhuang, capital da província de Hebei, no norte da China.

Com dezenas de milhões de visualizações, o clipe foi retirado de várias plataformas de mídia social chinesas pelos censores da internet.

Se nós fizemos uma cópia do vídeo? Mas é claro que sim …

Confira abaixo:

 

 

0 0 votes
Article Rating

Deixe um comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments