Cinco dias após assumir a PGR, equipe de Raquel Dodge já tem o primeiro escândalo

Guilherme Santiago | 22/09/2017 | 9:53 PM | GOVERNO
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Uma equipe do jornal Folha de SP flagrou um membro da equipe da nova Procuradora Geral, Raquel Dodge, vazando informações para uma advogada que trabalhou para a JBS.

Fernanda Tórtima (a advogada) estava almoçando com o procurador Sidney Pessoa Madruga no restaurante Taypá, em Brasília.

Estava tudo correndo bem (no almoço) até que, os jornalistas da Folha (que almoçavam na mesa ao lado) flagraram toda a conversa.

O procurador vazou informações sigilosas e disse para a advogada que, a “tendência” da PGR  é investigar o ex-chefe de gabinete de Rodrigo Janot, adversário de Dodge […] ou seja, Dodge está focando seu trabalho em Janot ao invés de investigar os políticos corruptos que estão no comando do país.

Trocando em miúdos, essa foi mais uma prova de que a nova PGR pode estar trabalhando exclusivamente para o sr. Michel.

A reportagem saiu de manhã e no período da tarde a exoneração do procurador Madruga foi anunciada.


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.