Copolla dispara: “Abraço de Bolsonaro e Toffoli é constrangedor, antirrepublicano e indecente”


O analista político Caio Coppolla decidiu endurecer o discurso contra o presidente Bolsonaro.

Na edição de ontem (5) de O Grande Debate, na CNN, Coppolla fez duras críticas à recente demonstração de ‘afeição’ entre Bolsonaro e Toffoli e à indicação de Kassio Nunes para o STF (Supremo Tribunal Federal):

“No sábado, Jair Bolsonaro e Dias Toffoli foram flagrados numa intimidade constrangedora que precedeu uma reunião que sequer constava na agenda oficial de ambos”

“A pretexto de assistir uma partida de futebol, o presidente passou horas na casa do ministro junto com o senhor Davi Alcolumbre, líder do Centrão, interessado em violar a Constituição Federal para permanecer ilegalmente na presidência do Senado.”

“É uma tristeza para o Brasil saber que o tempo livre do presidente é desfrutado em tão má companhia“, disparou Copolla.

O comentarista ainda classificou o abraço de Bolsonaro e Toffoli como “antirrepublicano” e “fruto de uma amizade tão indecente quanto indevida”, já que o ministro do STF está diretamente ligado ao processo que mira o filho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro.



 

publicidade