Criminalista rebate acusação de Allan dos Santos: “Vou processá-lo”

31/07/2020

O criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, o “Kakay”, comentou as denúncias feitas pelo jornalista Allan dos Santos, fundador do site Terça Livre.

Allan relatou que deixou o país por sentir-se ameaçado pelos ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, pelas embaixadas da China e da Coreia do Norte, e pelo advogado Kakay, que é ligado ao Partido dos Trabalhadores (PT).

Investigado no inquérito das fake news

Em entrevista à rádio Jovem Pan, Kakay disse que não sabia quem era Allan e ironizou a denúncia:

“Eu, na verdade, não sabia quem era Allan dos Santos até que me mandaram isso pela manhã [de hoje], achei que era uma brincadeira. (…) Não sei nem que é esse cidadão, não vou atrás [para processá-lo]. Certamente ou ele é imputável para falar uma loucura dessas ou está a serviço do gabinete do ódio. Ele merece o desprezo absoluto.”

O advogado acrescentou:

“O que fiquei espantado é que se deu numa live da deputada federal Bia Kicis. Como uma deputada usa o prestígio que o parlamento tem para poder vir com uma história que é absolutamente ridícula?”