Daciolo sobre estátuas da Havan: “Meu irmão, quando eu for presidente, vou tirar uma por uma”

20/10/2021

(Patrícia Carvalho)

O FLOW, um dos podcasts mais famosos da internet, conquistou o público brasileiro por conta dos seus bate-papos informais e descontraídos. Uma espécie de papo de boteco.

Uma característica do Flow são os consumos feitos durante as entrevistas.

Tornou-se padrão a prática de pedir comida por aplicativo para que os convidados consumam durante o programa.

Além disso, algo que sempre chamou a atenção foi o uso de álcool e maconha nos vídeos … como assim?

É isso mesmo! Um dos entrevistadores (apelidado de Monark) fuma seu ‘baseado’ (e toma uns goles) tranquilamente durante as entrevistas e ainda defende o uso da erva.

Não estou criticando a opção do rapaz (a vida é dele!) e sim ESTRANHANDO a atitude da mídia social … pau que dá em Chico não dá em Francisco? … eles (moderadores do youtube) proíbem que as pessoas falem de medicamentos e vacinas, mas ‘passam batido’ quando alguém consome álcool e maconha abertamente.

Pois bem …

No último dia 13, os meninos do Flow entrevistaram o ex-presidenciável Benevenuto Daciolo Fonseca dos Santos, o cabo Daciolo.

Se autoproclamando nacionalista e citando o Dr. Enéas Carneiro como exemplo de figura pública, cabo Daciolo falou sobre pandemia, espiritualidade, projetos políticos entre outros assuntos.

O que mais chamou a atenção foi quando Daciolo profetizou, por mais de uma vez, que ainda será Presidente da República:

“Tudo ocorrerá no tempo de Deus” disse o entrevistado.

O ex-deputado federal também citou o ‘véio da Havan’:

” … o varão se coloca como nacionalista … que patriota coloca uma Estátua da Liberdade [de 30 metros de altura] em território nacional? … meu irmão, quando eu for presidente, vou tirar uma por uma ”

Confira [min 2:22:46]:

0 0 votes
Article Rating

Deixe um comentário

5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ricardo Marinho Castelo Branco

Você vai ser Presidente no dia que uma vaca bater asas e voar.

Ricardo Marinho Castelo Branco

Só se for Presidente de Escola de Samba.

Francisco Vianna

Só se instalar uma ditadura que impeça as pessoas de se manifestarem, principalmente quando a Estátua da Liberdade, um presente dos franceses aos norte-americanos, é o símbolo universalmente conhecida da LIBERDADE. O brasileiro não cai mais nesses falsos nacionalismos, e esse tal de cabo Daciolo está fazendo papel de palhaço. Ou alguém acredita que o brasileiro vai querer substituir um CAPITÃO por um simples CABO?

Carlos Crispim

Nossa, como o Daciolo é retrógrado e ignorante, a gente pode ser patriota e nacionalista, mas construir uma estátua da liberdade, que foi presente dos franceses aos americanos, o simbolismo é que importa, ou pode ser por marketing, o Havan é empresário, ele sabe o que é bom para os negócios, não sabia que esse cabo era um metecapto assim. Daciolo, tire os antolhos de burro do seu rosto, eles estão te impedindo de ver ao redor, saia da sua bolha, visite outros países, não fique alienado e atrasado, o importante é o que a gente carrega no coração e não no exterior.

Last edited 1 mês atrás by Carlos Crispim
Francisco Vianna

Cabo Daciolo, vá estudar um pouco para não ficar dizendo asneiras nas redes sociais. A Estátua da Liberdade não representa qualquer nacionalidade (foi feita na França e doada aos EUA). Ela representa, como o nome indica, a LIBERDADE, que é um DIREITO INALIENÁVEL do povo brasileiro e que os socialistas tanto odeiam porque rejeita qualquer tipo de “controle social”, como os defendidos pelo Partido Comunista Chinês.