Denunciado mais uma vez, Brahma está se lixando para a Lava Jato. Ele confia no STF


A força-tarefa de Curitiba inseriu na biografia do lavador de dinheiro mais uma denúncia criminal.

O líder popularesco é acusado de lavar R$ 4 milhões em propinas da Odebrecht, camuflando-as como doações para o Instituto Lula.

Tempos atrás, Lula teria ficado nervoso e protagonizado um ataque de pelanca pelas redes sociais.

Atualmente, ele recebeu a notícia com a tranquilidade de quem sabe que a nova denúncia da Lava Jato, mesmo que prospere, não o levará de volta à cadeia.

Tomado pela prepotência e arrogância, Lula ainda acha que é um líder popular … porém, sua biografia o transformou no oposto.

O biriteiro de Garanhuns acumula duas condenações por corrupção (tríplex, confirmada em três instâncias judiciais) e o caso do sítio de Atibaia (ratificada na segunda instância).

Em novembro de 2019, o STF modificou a regra sobre prisão após condenação em segunda instância … não fosse essa lambança suprema, Lula ainda estaria em cana.

O petista confia tanto no Supremo que ele já se considera mais próximo de uma candidatura presidencial presidencial do que da cadeia.

E viva Gilmar Mendes, Lewandowski, Toffoli, Fachin, Alexandre de Moraes, Cármen Lúcia, Barroso e cia …



 

publicidade


PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com