Deputado protocola representação para saber quem está bancando os advogados de Adélio

Amanda Nunes Brückner | 12/09/2018 | 11:05 AM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Conforme publicamos ontem, o advogado Zanone Oliveira Junior, defensor do criminoso que tentou matar Jair Bolsonaro, deu uma nova versão sobre a origem de seus honorários […] segundo ele, dois anônimos já teriam pago a primeira parte dos serviços em dinheiro vivo.

Não satisfeito com o mistério em torno do caso, o deputado Onyx Lorenzoni e o advogado Adão Paiani protocolaram, no Conselho Federal da OAB, uma representação contra os advogados de Adélio.

Ambos alegam que os ‘causídicos’ são obrigados a informar quem está bancando os honorários da defesa do criminoso.

O advogado Paiani destaca que o sigilo dos honorários é uma questão particular entre advogado e cliente, porém não se estende a terceiros (os tais patrocinadores anônimos).

“ … o sigilo profissional restringe-se à relação entre os advogados e seu cliente, não sendo extensivo e oponível ao eventual patrocinador ou patrocinadores dos honorários advocatícios, uma vez que pessoa alheia, em tese, ao delito praticado, e que se presume não ter qualquer interesse direto na causa.”

O cerco está se fechando!



 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.