Despetizando: Ministro Barroso coloca ‘pelegada de sindicatos’ pra correr

28/06/2019

O ministro Luís Roberto Barroso, do STF, suspendeu um acordo coletivo que autorizava sindicatos a descontar contribuições diretamente da folha de pagamento do empregado.

De acordo com o ministro, esse tipo de desconto não pode ser classificado como manifestação da vontade individual do trabalhador.

Essa interpretação, segundo ele, é uma forma de esvaziar as decisões do STF sobre o tema.

Resumindo o fato …

O Congresso, que deveria zelar pelos direitos do trabalhador, vinha ‘engambelando’ para resolver o assunto.

Barroso foi lá e deu um tapa na mesa!