Dilma poderá enviar emenda constitucional ao Congresso propondo novas eleições para presidente

29/03/2016

Palácio do Planalto já admite uma derrota na Câmara com relação ao impeachment

Dilma não conseguirá os votos necessários para barrar o processo na Câmara.

Diante dessa realidade, o governo federal cogitou hoje (28) enviar para o Congresso Federal [a própria presidente faria isso] uma proposta de emenda constitucional convocando eleições para presidente da República nos próximos 60/90 dias.

Tal proposta teria que ser aprovada pela maioria na Câmara e no Senado (3/5 dos votos) , ou seja, Dilma teria que ter 60% dos votos em ambas as casas.