Deu ruim! PGR quer que inquérito de Gleisi vá para Curitiba

Patrícia Moraes Carvalho | 01/07/2019 | 3:40 PM | POLÍTICA
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Denúncia acusa recebimento de R$ 1,48 bilhão em propinas no esquema de desvios na Petrobras

Raquel Dodge, procuradora-geral da República, solicitou ao STF o envio do inquérito em que Gleisi Hoffmann e seu marido (o ex-ministro Paulo Bernardo) são investigados por organização criminosa, para a 1ª instância.

No pedido, que foi direcionado ao ministro Edson Fachin, Dodge pede para que o processo vá para a 13ª Vara Criminal de Curitiba, comandada pelo juiz Luiz Antonio Bonat, sucessor de Sérgio Moro na Lava Jato.

Gleisi é acusada por fatos que ocorreram no período em que era senadora e, por esse motivo, a PGR alega que o caso não deve mais ficar no STF.

A denúncia foi oferecida em 2017, pelo ex-PGR Rodrigo Janot … entre os acusados (de organização criminosa) nesta investigação estão Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff e cinco ex-ministros, por crimes praticados entre 2002 e 2016.

No último ano, o Supremo restringiu o foro para casos ocorridos durante o mandato … ou seja, o fato de Gleisi ser deputada e ter foro privilegiado atualmente, não impede que ela seja investigada, julgada e condenada na 1ª instância.


Saiba mais sobre a denúncia no link abaixo:

PGR: PT embolsou R$ 1,48 bilhão em propinas sob o comando de Gleisi, Lula, Palocci e PB

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.