Dono da Havan diz que sofreu atentado: “Apareceu um Adélio pra me matar”

06/03/2019

Luciano Hang, empresário catarinense dono da Havan, uma das maiores redes de lojas de departamentos do Brasil, disse que sofreu um ‘atentado terrorista’.

Em postagem feita nas redes sociais, Hang (que é apoiador fervoroso do governo Bolsonaro) disse que um militante de um partido de esquerda ‘quis matá-lo’ :

“Por sorte, eu não estava em Brusque, senão estaria de repente morto ou no hospital neste momento”