Donos da Rede Globo citados no maior acordo de delação da história do país

Amanda Nunes Brückner | 14/08/2020 | 9:22 PM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


De acordo com a Lava Jato/RJ, Messer deverá cumprir pena de até 18 anos e 9 meses de prisão, com progressão de regime prevista em lei

Ao assinar o maior acordo de delação da Justiça brasileira, o doleiro Dario Messer renunciou a um patrimônio de R$ 1 bilhão.

A negociação prevê que Messer vai ficar com um apartamento de 75 metros quadrados no Leblon, Zona Sul do Rio, e R$ 3 milhões em espécie.

O dinheiro está em uma conta nas Bahamas.

O “doleiro dos doleiros” terá acesso à sua parte quando os recursos forem repatriados.

Globo delatada

Em sua delação, Messer declarou que entregava dólares aos Marinho, da Globo.

O ‘doleiro dos doleiros’ não apresentou provas e disse não ter tido contato direto com nenhum dos membros da família proprietária da emissora.

Segundo o o delator, a pessoa que recebia o dinheiro na Globo era um funcionário identificado como José Aleixo.

Messer sustentou (em depoimento) que os destinatários do dinheiro seriam Roberto Irineu (Presidente do Conselho de Administração do Grupo Globo) e João Roberto Marinho (vice-presidente do Grupo Globo).

A assessoria dos empresários negou as acusações do delator:

“A respeito de notícias divulgadas sobre a delação de Dario Messer, vimos esclarecer que Roberto Irineu Marinho e João Roberto Marinho não têm nem nunca tiveram contas não declaradas às autoridades brasileiras no exterior. Da mesma maneira, nunca realizaram operações de câmbio não declaradas às autoridades”.


Fontes: (Estadão,Veja,G1)

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.