É difícil defender a quarentena quando o armário já está vazio e o filho pede pão

Um pai de família não tem medo do vírus chinês, ele tem medo de faltar pão e leite para seus filhos

A quarentena é correta? É!

A quarentena é errada? É!

Bolsonaro está correto? Está!

Bolsonaro está errado? Está!

É fácil defender a quarentena em uma casa confortável, com TV, PC, armário cheio, sabendo que se não trabalhar vai haver salário.

É difícil defender a quarentena quando o armário já está vazio e que, se não trabalhar, não tem salário, trabalha de manhã pra comer de noite e o filho tá pedindo pão.

Os médicos veem o lado da saúde: quarentena.

Os economistas veem como manter os insumos para os médicos: economia.

Os líderes veem a moral e o bem estar emocional: calma, é só uma gripe (80, 90% não vão pegar).

A mídia vê o interesse de quem paga: histeria, distorções, pânico.

Cabe a nós o bom senso, a honestidade e o apartidarismo.

Opiniões rasas no conforto é fácil.

O mais difícil é entender que NENHUMA AÇÃO A SER TOMADA SERÁ SIMPLES

Temos que pensar que toda decisão terá pontos positivos e negativos.

Não seja simplista.

Não adianta falar que tem que seguir a quarentena a todo custo e não falar sobre os danos pós quarentena … onde vai morrer gente por falta de dinheiro pra saúde em geral, aumento da criminalidade, da fome, da depressão e do suicídio

Em poucos dias, os serviços essenciais não terão condições de continuar a funcionar sem os não essenciais.

A empresa que produz álcool em gel precisa da empresa de plástico que produz a garrafinha.

Sabe os delivery? Jajá vão precisar das embalagens de papelão.

Caminhoneiros com materiais de hospitais precisam de restaurantes, oficinas, borracharias.

E todas esses empresas precisam de outras…

Tem que haver prevenção aos grupos de risco e tem que haver o andar da economia.

Uma coisa depende da outra.

Ou chegamos ao consenso ou vamos igualmente sucumbir.

‎Luiz Gustavo Araújo, internauta, via redes sociais


“Se fecharmos tudo por mais de 15 dias, pequenas empresas vão quebrar”

Ouça o comentário desse jovem empresário (apartidário) que não tem vínculos com Bolsonaro ou com a oposição. Parabéns a ele pela explicação!

Tallis Gomes é o fundador do Easy Taxi, app desenvolvido para facilitar a solicitação de táxis nas grandes cidades.

Ele também esteve presente na primeira edição da Forbes Under 30 Brasil, que lista os jovens mais promissores do mercado brasileiro.


 

publicidade


PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com