Eles erraram feio! Número de mortes em SP é menos da metade do que previam autoridades

O governo de São Paulo errou nas previsões de mortes causadas pelo vírus chinês, apresentadas em uma coletiva na última semana.

O presidente do Instituto Butantan – instituição ligada à Secretaria de Estado da Saúde – acreditava que – com as medidas de isolamento social – o estado chegaria nesta segunda-feira (13) contabilizando cerca de 1.300 óbitos.

Segundo o balanço oficial do Ministério da Saúde, foram registradas 588 mortes em SP.

O número representa quase a metade do que esperavam as autoridades paulistas.

O prefeito Bruno Covas chegou a defender que as ações adotadas pelo estado evitariam que o número chegasse em quase 5 mil.

“Se nós não tivéssemos tomado nenhuma medida, nós chegaríamos no dia 13 de abril com quase 5 mil óbitos. Tomamos as medidas e esperamos chegar lá com menos de 1.300 óbitos. Isso aqui dá a dimensão da importância das medidas que estão sendo tomadas e que precisam ser respeitadas”, disse na ocasião.

O governo João Doria também fez uma previsão para os próximos 180 dias.

“Nós vamos reduzir 166 mil mortes. Nós precisamos reduzir o número de mortes. É um número muito significativo”

A boa notícia é que o vírus não está se espalhando conforme previam os pessimistas … quer seja pela quarentena, quer seja pela não adaptação do vírus ao clima tropical.


 

publicidade


PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com