Lula reconhece obsessão doentia por Sérgio Moro

01/10/2019

A entrevista do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, concedida na Superintendência da PF  (em Curitiba – dia 26 de maio de 2019), foi um tapa na cara da sociedade brasileira.

Durante meses, uma imprensa nojenta, abominável e medíocre se engalfinhou com o objetivo de conseguir autorização judicial para dar palanque a um sujeito embusteiro.

“Não trocarei minha dignidade por minha liberdade” declarou o petista.

Condenado em todas as instâncias possíveis e imagináveis, o lavador de dinheiro insiste no discurso do vitimismo e da fanfarronice.

Lula continua usando a velha (e surrada) tática de atacar o ministro Sérgio Moro e o MPF … em especial, o procurador Deltan Dallagnol.