Empresa chinesa vendeu vacinas falsas para recém-nascidos

 

♦Julho/2018

Um novo escândalo sanitário está colocando a China em estado de alerta depois da descoberta de que um lote de vacinas falsas foi aplicado em bebês de menos de três meses.

O presidente chinês, Xi Jinping, pediu nesta segunda-feira (23) sanções severas contra a companhia Changchun Changsheng.

A empresa teria vendido mais de 250 mil doses de vacina contra a difteria, o tétano e a poliomielite, também conhecida como paralisia infantil.

O CFDA organismo chinês que autoriza a comercialização de alimentos e medicamentos, já havia anunciado a interrupção da produção de uma vacina contra a raiva produzida pela mesma empresa, depois de uma inspeção.


Fonte: RFI – Rádio França Internacional, (rádio pública francesa)

publicidade


PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com