Empresário oferece ‘recompensa’ para quem ‘torturar’ Lula na cadeia

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Há uma linha tênue entre a liberdade de expressão e a falta de bom senso

(Amanda Nunes)

O país passa por um momento frágil e certas brincadeiras (parece que é o caso em questão) podem acabar levando pessoas mais exaltadas a cometerem atos impensados.

Incentivar a violência e incitar crimes através das redes sociais é algo extremamente danoso e pode gerar resultados desastrosos.

Desejar que um condenado pague sua pena atrás das grades é uma coisa […] agora, incentivar agressões físicas contra terceiros passa a ser caso de polícia.

Um vídeo (ver abaixo) passou a circular nas redes sociais após o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitar (ontem) o HC do ex-presidente Lula.

Nas imagens, o empresário Oscar Maroni, dono da boate Bahamas, oferece diferentes ‘recompensas’ para o caso de Lula ser preso, assassinado ou torturado na prisão.

“Se o Lula for preso, a cerveja é de graça até a meia noite. Agora, se matarem ele na prisão, a cerveja vai ser de graça durante o mês inteiro”, diz o empresário.

Uma segunda pessoa questiona:

“E se a morte for com requintes de crueldade?”.

O empresário responde: “Aí eu dou meu rabo”.

Há um ditado que diz: “Brincadeira tem hora e lugar”.



 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Caso queira nos ajudar diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

facebook: fb.com/diariodobrasil
 
® 2014 Diário do Brasil
Back to Top