Está oficialmente implantada a “Lei da Capa Preta”. É proibido criticar as decisões do STF

Amanda Nunes Brückner | 15/03/2019 | 5:18 PM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Após o anúncio de Dias Toffoli, presidente do STF, em abrir inquérito para investigar supostas “calúnias, ameaças e/ou infrações” contra quaisquer ministros da Corte, as redes sociais começaram a se movimentar de maneira frenética18.

O MBL postou o seguinte:

“Toffoli determinou abertura de inquérito para apurar supostas fake news contra o STF. A maior fake news é o poder do STF em reescrever a Constituição”

Rodrigo Constantino, com toda razão, disse:

“O Supremo, que deveria ser o guardião da Carta Magna, cada vez mais banca o legislador. E em causa própria!”

O jornalista André Guedes declarou:

“Os homens mais poderosos do país são os togados, acima do presidente Jair Bolsonaro. Estamos em modo bolivariano há bastante tempo. Derrubam decisões do congresso, derrubam os inimigos políticos, derrubam a vontade popular”

Paulo Eduardo Martins, deputado federal, expôs:

“Preparem-se. A ditadura da toga está escancarada. Uma Suprema Corte existe para pacificar a sociedade a respeito da interpretação da Constituição … no Brasil é o contrário. O STF de hoje é o responsável pela desestabilização social. A corte é o núcleo do caos”.

Leandro Ruschel também deu sua opinião:

“Está inaugurada a ditadura do judiciário. STF não está satisfeito em promover a impunidade. Quer agora perseguir quem critica”.

O jurista Modesto Carvalhosa, autor do pedido de impeachment de Gilmar Mendes, declarou:

“O STF já mostrou claramente que está a serviço do esquema de corrupção que domina esse país ao soltar um preso condenado a 30 anos de encarceramento (José Dirceu) … ao trancar processos em andamento contra outros corruptos; ao anular provas obtidas na residência de um notório corrupto, o STF demonstra que quem manda lá é o grupo a favor dos corruptos – sendo que os 6 ministros íntegros, dignos e decentes que lá existem não mandam mais nada. Eles não conseguem realmente impor a lei, impor a decência nas decisões daquela Corte.”

E para finalizar, uma frase dita ontem (15) no STF pelo ministro Luís Roberto Barroso :

“Quem pensa diferente de mim não é meu inimigo. Todas as pessoas merecem respeito e consideração e têm o direito de exporem sua visão. Ninguém é bom demais, ninguém é bom sozinho. Não há dono da verdade, nem aqui e nem outro lugar.”


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.