Ex-campeão da Copa Davis diz que sente “dores violentas e quase paralisantes” e coloca a culpa na Pfizer

26/09/2021

Astro do tênis mundial admitiu que não sabe quando (e se) retornará ao esporte

Jeremy Chardy, nº 73 do mundo no ranking da ATP, teme que sua aposentadoria possa ser antecipada devido a problemas de saúde que ele alega terem começados após tomar a vacina da Pfizer contra a Covid.

Dores violentas e quase paralisantes em todo o corpo desde que foi vacinado, alerta o esportista.

Aos 34 anos, Chardy explica que sua prioridade é “cuidar de mim” depois de consultar dois médicos e fazer exames por deduzir que acha sua parte física (motora) foi seriamente prejudicada.

Palavras de Jeremy Chardy:

“De repente, não consigo treinar, não mais consigo jogar”, disse o vencedor da Copa Davis 2017 à AFP, relatando que foi vacinado durante as Olimpíadas deste verão, quando foi derrotado pelo medalhista de ouro Alex Zverev nas quartas de final.

“Na minha cabeça é difícil porque não sei quanto tempo vai durar. Por enquanto, minha temporada está parada e não sei quando vou retomar.”

“É frustrante porque comecei o ano muito bem, estava jogando muito bem. E depois fui para os Jogos, onde me senti muito bem também.

“Agora a minha temporada está paralisada e não sei quando vou retomar. É especialmente frustrante que eu não tenha mais dez anos para jogar … de repente, agora me arrependo de ter tomado a vacina, mas não podia saber [quais seriam as consequências]. “

“Prefiro até dedicar mais tempo para me cuidar e ter a certeza de que, no futuro, não terei problemas, em vez de tentar voltar à quadra o mais rápido possível e descobrir que ainda tenho problemas de saúde,” disse Chardy, descrevendo uma “série de batalhas” que vem enfrentando.

“Tenho 35, então agora posso ser um pouco negativo – mas é a primeira vez que pensei que a próxima temporada poderia ser a minha última … é difícil porque eu estava me divertindo e queria jogar mais tempo.”

“O problema é que não temos uma visão retrospectiva da vacina. Há pessoas que tiveram [experiências] semelhantes, mas a duração [de seus problemas] foi realmente diferente”.

Na questão específica dos atletas de alto rendimento, a vacinação contra a Covid têm sido um tópico controverso em todos os esportes, com alguns atletas e treinadores exaltando entusiasticamente a favor da vacina, enquanto outros expressaram suas reservas e até mesmo foram liberados pelos clubes como resultado de sua relutância.

Entre vários jogadores de tênis, incluindo o atual campeão mundial do esporte – Novak Djokovic, os apelos são para que a vacinação não seja obrigatória e sim opcional.

Já outras personalidades como Rafael Nadal e Andy Murray, encorajam o público a se vacinar.

O ex-campeão de Wimbledon Pat Cash afirmou que as vacinas da Covid são experimentais e foi franco ao expressar sua opinião, dizendo que atletas não podem ser forçados a tomar vacinas.

 

0 0 votes
Article Rating

Deixe um comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments