Futuro ministro da Fazenda: “Se uma guerrilheira assumiu o país, um capitão também pode”

Amanda Nunes Brückner | 20/10/2018 | 12:00 AM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


O conceituado economista Paulo Guedes, foi questionado (leia-se provocado) pelo jornal Estadão sobre as incertezas do mercado financeiro em relação a uma eventual vitória de Jair Bolsonaro nas próximas eleições.

Guedes, que já foi escolhido por Bolsonaro para ser o próximo ministro da Fazenda do Brasil, não hesitou e deu aquela ‘mitada’:

“Se uma pessoa que participou da guerrilha durante vinte anos entrou no governo, por que um capitão do Exército não pode entrar?”

O economista se referia a Dilma Rousseff, que participou ativamente do grupo Vanguarda Armada Revolucionária Palmares (VAR-Palmares) durante a ditadura militar […] grupo esse que promovia assaltos, sequestros, extorsões, assassinatos e diversos outros crimes.


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.