Gente vil: A ‘turma do poder’, quando pega o vírus, usa o tratamento que nega ao povo

15/01/2021

(por Guillermo F. Piacesi Ramos – Advogado / Analista político)

Tenho muita pena do povo de Manaus especificamente, e do Amazonas de modo geral. Porque pelo que me inteirei depois de analisar os fatos e as notícias veiculadas tanto pela Velha Mídia como pela mídia honesta, o que acontece hoje era uma tragédia anunciada.

A União repassou CENTENAS DE MILHÕES DE REAIS para aquele Estado da Federação, e cumpriu a decisão do stf (minúsculo mesmo) de respeitar a competência concorrente de Estados e Municípios para cuidar da Saúde.

Houve desvio de dinheiro, superfaturamento na compra de respiradouros, e inércia na elaboração de um plano que abrisse leitos hospitalares ou algo parecido.

E, principalmente, houve desídia criminosa em não implementar o tratamento precoce para a peste chinesa maldita, que era tão simples, mas tão simples, que se limitava a permitir que o cidadão tomasse um comprimido de vez em quando.

Por outro lado, adotaram-se as medidas terroristas e apocalípticas do “feche tudo e fique em casa”, até o vírus pegar a pessoa mesmo em casa, já com o emocional da vítima destruído.

E agora vêm os idiotas cretinos e boçais tentarem responsabilizar o governo federal (Jair Bolsonaro) pela tragédia.

Eu lamento por todos os meus irmãos brasileiros do Amazonas vitimados pela peste chinesa do século XXI. Rezo por cada um que faleceu em decorrência do vírus maldito.

Mas o que lamento de verdade, mais ainda do que o passamento de pessoas inocentes em decorrência das ações e omissões criminosas do governo local e seus agentes públicos, é que esse raio de vírus não pega essa gente vil, e não os leva logo para abraçarem o Capeta.

Ele só vitima o povo comum, que não faz parte da oligarquia no Poder (aliás, quando o vírus pega um deles, eles usam o tratamento que negam ao povo).

Deus vê essa coisas. Essas pessoas serão levadas direto para o Inferno quando chegar a sua hora, e prestarão contas de seus atos criminosos na justiça divina, já que a justiça dos homens é incapaz de puni-las.

 

 

0 0 votes
Article Rating

Deixe um comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments