Gilmar Mendes solta o 15º preso em menos de 15 dias

Amanda Nunes Brückner | 01/06/2018 | 4:46 PM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Somente na última quinzena de maio, Mendes mandou soltar 14 presos da Operação Lava Jato

O ministro Gilmar Mendes determinou hoje (1º) a soltura de Orlando Diniz, ex-presidente da Fecomércio do Rio de Janeiro, preso em 23 de fevereiro por ordem do juiz federal Marcelo Bretas. (Operação Jabuti, desdobramento da Lava Jato.)

Diniz é suspeito de desviar recursos públicos em esquema criminoso envolvendo o ex-governador Sérgio Cabral […] no rastro da prisão de Diniz, causou espécie o fato de ele ter gasto, ao longo de quatro anos, R$ 180 milhões com escritórios de advocacia, contratados para mantê-lo no cargo à base de recursos judiciais e outras manobras. Em suma, dinheiro público foi usado ilegal e criminosamente para custear a defesa dele.

Um desses escritórios (o Teixeira e Martins), do advogado Cristiano Zanin e Roberto Teixeira, foi beneficiado com R$ 68 milhões.

O magnânimo ministro do STF considerou que não há razões para a prisão preventiva.

“Defiro o pedido de liminar para suspender a ordem de prisão preventiva decretada em desfavor do paciente Orlando Santos Diniz. (…) Comunique-se, com urgência, ao Juízo de origem”, diz a decisão.

Gilmar Mendes parece que tem birra com a Lava-Jato, especialmente com os juízes Sérgio Moro e Marcelo Bretas.


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.