Globo ‘dedura’ aglomeração e omite que estabelecimento pertence à atriz da emissora

Amanda Nunes Brückner | 15/02/2021 | 2:38 PM | MIDIA
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A Globo do Rio de Janeiro (RJ TV 2) veiculou ontem (14) uma reportagem exibindo estabelecimentos que foram flagrados desrespeitando as normas da pandemia.

Um desses locais filmados (caguetados) pela vênus platinada, que promoveu aglomerações no último fim de semana, tem um detalhe curioso que a Globo ‘esqueceu’ de informar.

O restaurante pertence a uma artista ligada à emissora, informou o jornal O Dia:

“Inclusive, esta não é a primeira vez que a coluna recebe informações sobre aglomeração nas dependências do Feu, no Itanhangá, Zona Oeste do Rio. O local tem em seu quadro de sócios a atriz Giulia Costa, filha da também atriz Flávia Alessandra – contratada da Globo “

E tem mais …

Um segundo local, que infringiu as regras da pandemia é a Casa Maya, em São Conrado.

Mais uma vez a Globo ‘esqueceu’ de citar que o local pertence à Manu Maya, filha do diretor Wolf Maia, que por décadas trabalhou na emissora dos Marinho.

Só que isso a Globo não mostra!

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.