Há 33 anos, o Brasil finge que é uma democracia

Amanda Nunes Brückner | 18/06/2018 | 12:18 AM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Não é pessimismo, é realismo

Desde o fim do regime militar, em 1985, o Brasil só andou pra trás.

Nada vai mudar … não adianta ter a ilusão de que Jair Bolsonaro mudará o país […] o próprio deputado já disse, em alto e bom tom, que é contra o fim das regalias dos políticos.

Ao menos ele teve a hombridade de se expor.

Infelizmente continuaremos sustentando um Congresso de R$ 1,5 bilhão e um senado de mais de 300 milhões por ano.

Continuaremos sustentando um Judiciário com regalias como bolsa-escola para os filhos, auxílio-moradia, licença remunerada para estudar no exterior, salários extras para comprar terno e gravata entre outras.

Continuaremos pagando salário-esmola para professores e policiais.

Continuaremos sustentando as viúvas e filhas solteiras de militares com suas pensões astronômicas […] do Judiciário e do Legislativo também.

Continuaremos pagando os impostos mais altos do planeta.

Continuaremos sendo 1 dos 3 países do mundo que ainda confia nas urnas eletrônicas.

Continuaremos invertendo os valores morais, familiares, éticos e fingindo que somos um país ‘inclusivo’.

Os corruptores continuarão assediando nossos congressistas e jorrando bilhões e bilhões em propinas.

Por mais militares que se coloque no poder (através do voto), o mecanismo não mudará.


A solução?

Um Código Penal eficiente e rígido, com pena de morte para crime hediondos como feminicídio, latrocínio, estupro, estupro de vulnerável, etc … vagabundos nos custam muito caro.

Temos que extirpar as maçãs podres do cesto […] elas se reproduzem com uma velocidade incrível.

Fim imediato do foro privilegiado e limitação dos salários no setor público.

Extinção da reeleição.

Concurso para tribunais superiores com tempo de atuação limitado a 5 anos … o Judiciário deve ser renovado para evitar vícios.

Fim dos partidos políticos, limitando ao número máximo de dois.

E por aí vai … só que ninguém quer se dar ao trabalho de tentar mudar o panorama atual.

Melhor deixar do jeito que está … vamos soltar o Lula e deixar ele concorrer nas eleições, vamos liberar o aborto, vamos soltar todos os presos que foram condenados em segunda instância, vamos deixar os bandidos matando nossos policiais, vamos continuar assistindo novela e futebol …

Quanto mais problemas, melhor … afinal, os políticos vivem de ‘vender’ soluções.

Talvez o candidato Álvaro Dias tenha razão: “É preciso refundar a República”


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.