Há mais coisas entre o céu e o inferno do que sonha nossa vã democracia

17/02/2021

O diário de Eustáquio

Preso na noite de ontem (17), o deputado Daniel Silveira (PSL/RJ) publicou um vídeo nas redes sociais atacando ministros do STF.

Silveira desceu o nível e soltou os cachorros.

Foram ofensas, palavrões, insinuações, enfim, algo que acontece normalmente entre os parlamentares, afinal eles são protegidos (civil e penalmente) por quaisquer de suas opiniões, palavras e votos.

O que mais me chamou atenção no vídeo (e passou despercebido pela imprensa comunista) foi uma fala de Daniel se referindo ao jornalista Osvaldo Eustáquio.

Talvez tenha sido essa fala que tenha despertado a ira de Alexandre de Moraes ao expedir o mandado de prisão contra o deputado.

Há tempos eu já estava encucada com a prisão ‘ilegal’ de Eustáquio e pensava o seguinte:

“O que esse cara fez de tão grave a ponto de ter um “acidente” […sic…] e ficar paraplégico dentro de uma prisão? Ameaçou diretamente o ministro Moraes? Será que ele descobriu algum podre do ministro? Será que ele tentou chantagear o ministro com alguma informação comprometedora?”

Pois bem … dentro da prisão, talvez com medo de morrer, Eustáquio escreveu um diário.

E o que tinha nesse diário? Até a última semana, ninguém (além do próprio Eustáquio) sabia … pois o ‘jornalista meliante’ (segundo Moraes) estava impedido de se comunicar com políticos, amigos, jornalistas, etc…

Só que o deputado Daniel Silveira conseguiu, sabe-se lá como, acesso a esse tal diário … segundo suas próprias palavras.

O que será que tem de tão bizarro dentro desse caderno?

Confira no vídeo:

 

 

0 0 votes
Article Rating

Deixe um comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments