Caso queira nos ajudar diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

Harvard sugere que vírus pode ter surgido em agosto, mês em que Dória estava na China fazendo ‘parcerias’

Eles sabiam?

Na manhã de hoje (11), o governador João Doria (SP), anunciou que o Instituto Butantan será parceiro de um laboratório chinês para a produção de uma vacina contra o coronavírus que está em fase final de testes:

“Hoje é um dia histórico … o Instituto Butantã fechou acordo de tecnologia com a gigante farmacêutica Sinovac Biotec para a produção da vacina contra o coronavírus. (…) estudos indicam que ela estará disponível no primeiro semestre de 2021”

Até aí, tudo bem.

Só que uma frase dita por Dória nos chamou atenção … vale ressaltar que não estamos acusando e sim questionando.

Em março de 2020, a OMS declarou oficialmente a pandemia … o primeiro caso de coronavírus teria surgido em janeiro deste ano … logo depois, a China voltou atrás e disse que um caso havia sido registrado em dezembro de 2019.

Nesta semana, uma pesquisa da Harvard Medical School, analisou os movimentos em estacionamentos de hospitais da cidade chinesa e as buscas sobre sintomas compatíveis com a covid-19 na Internet e concluiu que a doença poderia estar em evidência mesmo antes desse período, desde agosto.

A pesquisa, exposta em um texto preliminar publicado em um órgão de divulgação de Harvard, utilizou fluxos de dados previamente validados e obtidos mediante imagens de satélite de estacionamentos de hospitais e dados de buscas no Baidu (principal mecanismo de pesquisa na Internet da China) de termos relacionados a sintomas consistentes com a doença.

Vai vendo …

No dia 18 de outubro de 2020, o Johns Hopkins Center for Health Security, departamento da Universidade que atualmente sedia os dados oficiais [as desgraças] mundiais causados pelo vírus chinês, em parceria com o Fórum Econômico Mundial e a Fundação Bill e Melinda Gates, sediou o Evento 201, um suposto exercício de pandemia de alto nível, em Nova York, NY.

O que isso tem a ver com o prefeito de São Paulo?

Durante o discurso de hoje, uma fala específica de Dória foi [digamos] um pouco incompreensível:

“Essa vacina é a nossa esperança e a nossa fé … obrigado a todos, obrigado ao Instituto Butantã e toda sua equipe Dimas Covas … obrigado aos cientistas, professores, técnicos, médicos paramédicos … aqueles que no Brasil tem ajudado a salvar vidas …”

“Nossos agradecimentos também aos parceiros chineses que acreditaram no Instituto Butantã, que acreditaram no governo de SP, quando abrimos em agosto do ano passado o nosso escritório em Xangai.”

Será que tem algo estranho ou estou ficando maluca?

Harvard sugere que o vírus pode ter surgido em agosto, mesmo mês em que Dória foi à China fazer ‘parcerias estratégicas.’

Deve ser só uma coincidência do destino … assim como também é coincidência que o Brasil tenha sido um dos países escolhidos para testar a eficácia de uma outra vacina [desenvolvida pela Universidade de Oxford] em parceria com o Instituto Bill Gates, o mesmo instituto que fez uma ‘simulação’ de uma provável pandemia.

Ahhh … e antes que algum desses malditos checadores (esquerdistas) de notícias possa classificar esse texto como fake, já vou logo avisando … essa é uma teoria da conspiração pessoal minha (Amanda Nunes), tá ok?

Abaixo o trecho do vídeo:



Vídeo completo:

publicidade


PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com