Índia: Com população 7 vezes maior que o Brasil, país tem nº de óbitos p/ milhão 11 vezes mais baixo

07/03/2021

Cientistas estão confusos com a queda na taxa de óbitos por coronavírus na Índia, particularmente porque o país estava a ponto de se tornar o maior território mundial com número de vítimas do vírus chinês.

Para se ter uma ideia, os países que têm o maior número de infectados são:

*** números do dia 05/03/2021 ***

(1º) EUA – 29.653.891 infectados

(2º) Índia – 11.210.580 infectados

(3º) Brasil – 10.939.320 infectados

(4º) Rússia – 4.312.181 infectados

(5º) Reino Unido – 4.213.343 infectados

Com relação ao número de mortes (por milhão de habitantes), os países citados acima aparecem nas seguintes posições do ranking:

(6º) Reino Unido – 1.826 óbitos p/milhão – (0,1826% da população)

(11º) EUA – 1.616 óbitos p/milhão – (0,1616% da população)

(25º) Brasil – 1.238 óbitos p/milhão – (0,1238% da população)

(57º) Rússia – 608 óbitos p/milhão – (0,0607% da população)

(117º) Índia – 114 óbitos p/milhão – (0,01135% da população)

Vacinação – a cada 100 habitantes

Reino Unido – 32,99

EUA – 25,68

Brasil – 4,78

Rússia – 4,32

Índia – 1,30

Profilaxia

Em abril do ano passado, o principal órgão de pesquisa biomédica da Índia apoiou o uso da hidroxicloroquina como medida profilática contra o novo coronavírus, mesmo com a determinação da OMS em suspender os ensaios clínicos do medicamento por supostas questões de segurança.

Estudos empíricos e de controle de casos na Índia mostraram que “não houve grandes efeitos colaterais” com a ingestão do medicamento de forma profilática, segundo o diretor-geral do conselho, Balram Bhargava.

O número diário de mortes no país atingiu o pico no dia 16/06/2020, quando foram registradas 2.020 mortes.

Em meados de setembro de 2020, o número diário de óbitos começou a despencar (gráfico abaixo) e a média diária diminuiu drasticamente.

*** detalhe: a Índia é um dos países mais relapsos do mundo em relação ao uso de máscaras e cumprimentos de medidas sanitárias. Em junho do último ano, o portal Gulf News publicou uma matéria sobre o assunto. (link)

 

 

 

 

0 0 votes
Article Rating

Deixe um comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments