Índia: vacina + ivermectina = sucesso

27/06/2021

De umas semanas para cá, a OMS tem citado a(s) palavra(s) ‘tratamento(s)’ quando se refere ao combate da Covid-19. Em várias ocasiões, o sr. Tedros Adhanom (diretor do órgão) colocou na mesma frase as seguintes palavras: ‘vacinas’ + ‘medidas protetivas’ + ‘tratamento’.

Pois bem: medidas protetivas nós sabemos do que se trata … em relação às vacinas, nós já assimilamos a importância das mesmas … mas que raios de ‘tratamentos’ são esses?

Deixando as teorias de lado, vamos citar aqui um exemplo real, que tem sido ocultado por grande parte da mídia mundial.

Índia – 15 junho de 2021 ***

Alguns estados do segundo país mais populoso do mundo (com 1,36 bilhão de habitantes) viram uma queda dramática nos casos da doença depois que adicionaram ivermectina a seus protocolos.

Os casos diários de COVID-19 no país, que chegaram a atingir um pico de 414.188 por dia, agora despencaram para 84.332, representando uma queda de 80% no geral. Ontem (26 de junho) foram registrados aproximadamente 50 mil novos casos.

Para se ter uma ideia, na primeira semana de maio, o número diário de novas infecções no país ultrapassava a casa dos 400 mil. (gráfico abaixo)

O que parecia ser uma crise humanitária, aparentemente está sendo controlada, não somente com a vacinação em massa e medidas protetivas, mas com um aliado barato e sem patente: a ivermectina.

Estados indianos (como Uttar Pradesh, Uttarakhand, Goa e Delhi ) que adotaram políticas de ivermectina mais agressivas viram seus casos diários de infecções diminuírem acima de 80%.

Tamil Nadu, estado que baniu publicamente a ivermectina, viu seus casos aumentarem para o nível mais alto da Índia e eles continuaram batendo recordes  diários.

As mortes também caíram acentuadamente em Delhi, uma das primeiras áreas a adotar a ivermectina, representando uma queda de 92%.

Em contraste, as mortes ocorridas no estado de Tamil Nadu aumentaram dez vezes no período de 20 de abril a 27 de maio.

No dia 9 de junho, as mortes por COVID-19 em Tamil Nadu permaneceram as segundas mais altas na Índia, enquanto estados que adotaram a ivermectina tiverem um número significativamente reduzido.

Parece … vamos repetir … parece que, na prática, a ivermectina funciona … e funciona extraordinariamente bem. Você não precisa ser um cientista para entender esses números, pois eles são evidentes (e públicos).


*** Vale ressaltar que, acordo com o painel Our World in Data, da Universidade de Oxford, a imunização no país asiático não apresenta qualquer evidência de interrupção e segue crescendo, ainda que em ritmo menor que no Brasil.
Até quarta-feira, 17,5% da população indiana havia recebido ao menos uma dose da vacina contra a Covid-19.
No dia 7 de junho, a Diretoria Geral de Serviços de Saúde, vinculada ao Ministério da Saúde indiano, atualizou suas diretrizes de tratamento à Covid-19 e retirou a recomendação de substâncias como a ivermectina e a hidroxicloroquina para tratar pacientes leves e assintomáticos.
Alguns estados indianos, no entanto, decidiram distribuir a ivermectina para tratar a Covid-19, mesmo com os alertas da Organização Mundial da Saúde (OMS) para restringir o uso do medicamento apenas a pesquisas clínicas. IMPORTANTE: Pesquisadores britânicos que lideraram pesquisa com medicamento não recomendam o uso do mesmo até que mais estudos sejam realizados

“Você pode enganar algumas pessoas o tempo todo ou todas as pessoas durante algum tempo, mas você não pode enganar todas as pessoas o tempo todo.” (desconhecido)

 

5 1 vote
Article Rating

Deixe um comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments