Infectologista renomado é abruptamente interrompido ao se declarar contra a quarentena

Um médico infectologista estava sendo entrevistado pela CNN Brasil, na noite da última quinta-feira , (26) foi questionado sobre a quarentena (total) imposta pelo surto do novo comunavírus.

Só que a emissora, que é radicalmente a favor do isolamento social, não esperava que o médico fosse criticar a quarentena.

Assim que ele falou dos riscos de se permanecer em casa, as âncoras do jornal, entre elas Monalisa Perrone (ex-Globo), interrompeu a entrevista sem dó nem piedade.

As duas apresentadoras disseram que havia um problema técnico na transmissão (aham), mas estava claro que ocorreu uma espécie de ‘censura’ grosseira e impositiva.



 

publicidade