Jean Wyllys tem ‘ataque de fúria’ e parte pra cima de embaixadora do Brasil na ONU

15/03/2019

Um correspondente do Estado/SP na Europa flagrou o momento em que o ex-deputado Jean Wyllys ataca a embaixadora do Brasil, Maria Nazareth Farani Azevedo.

Wyllys acusou a família de Bolsonaro de envolvimento com a morte da ex-vereadora carioca, Marielle Franco.

O ataque ocorreu durante uma reunião da ONU, um órgão esquerdista (aparelhado por George Soros) que não serve para absolutamente nada.

“A minha presença aqui amedronta a senhora e o seu governo, sobretudo em um momento em que a imprensa revela ligações entre organizações criminosas, os assassinos de Marielle e a família do presidente da República”

O mais interessante de tudo é que Jean sequer tocou no nome de Adélio Bispo.

Será que o autoexilado não tem curiosidade de saber quem mandou matar o presidente Bolsonaro?

Pô Jean … temos que descobrir os nomes de todos os assassinos, sejam de esquerda ou de direita, não acha?