Joice apanhou da Joice?

23/07/2021

(Felipe Fiamenghi )

É ridícula, muito ridícula, a militância.

É ÓBVIO que ninguém está “passando pano” para violência contra a mulher. Mas também é óbvio que algumas histórias até fedem a mentira.

A conduta de Joice está na margem da mitomania.

Uma personagem patética, que deve a eleição e a sobrevivência às narrativas. Sem “polêmica”, não é ninguém.

Não é a primeira vez que se coloca como “vítima”. Quem lembra da cabeça de porco que ela “recebeu” como forma de “ameaça”?

Depois disso, a deputada já fez de tudo, TUDO MESMO, para aparecer: De “blog culinário” a foto de fio dental; de “super impeachment” a escândalo sexual. Limite e vergonha na cara são palavras que não constam no seu vocabulário.

Após o fiasco que protagonizou como candidata a prefeita de São Paulo, onde teve a prova inequívoca de que a sua carreira política está morta, enterrada e decomposta, só lhe resta tentar emplacar uma ou outra “manchete”, na tentativa desesperada de não sucumbir ao ostracismo antes mesmo do mandato acabar.

Sinceramente, não duvido NADA que seus ferimentos tenham sido auto inflingidos. Com mais de 30 anos e praticante de artes marciais desde os 10, nunca vi um dente ser arrancado, na pancada, sem que a “vítima” tivesse sequer um hematoma (significativo) no lábio.

Para a parlamentar, vale tudo por mais 15 minutos de holofotes.

Felipe Fiamenghi – 23/07/2021

“Chegará o dia em que teremos que provar o óbvio.”
(CHESTERTON, Gilbert K.)

0 0 votes
Article Rating

Deixe um comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments