Jornalista em fim de carreira faz análise distorcida das manifestações

26/05/2019

O decadente Reinaldo Azevedo tem uma capacidade ‘alucinógena’ de distorcer os fatos da política brasileira.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, o petista […ops…], o jornalista disse o seguinte:

“As manifestações de hoje (26) não foram pífias conforme alguns gostariam de comemorar, mas estão longe de ser aquela expressão de um super poder que daria ao Bolsonaro carta branca para atropelar o Congresso e o STF”

Veja, caro leitor, quanta bobagem foi dita na frase acima.

Nem Bolsonaro, nem qualquer outro presidente pós 1985 quis atropelar o Congresso ou o STF.

E o festival de besteiras não para por aí. Reinaldo disse ainda que:

“Será que essa gente que foi hoje às ruas, como expressão de apoio a Bolsonaro, lhe permitiria vencer hoje a eleição?”

ôôô pateta! Em primeiro lugar, as eleições acabaram de acontecer, portanto não há motivo para tocar nesse assunto.

Grande parte das pessoas que foram às ruas hoje, são cidadãos normais … gente que trabalha, paga impostos e gera renda para o país.

É óbvio que se fosse uma manifestação da esquerda, possivelmente haveria mais pessoas nas ruas, afinal de contas eles se organizam de maneira diferente, usando órgãos como CUT, CGT, MST, etc … além do mais, ainda são pagos para manifestar.

Não há o que se comparar. São movimentos distintos.

Para finalizar, Reinaldo ainda provocou:

“Porque houve menos gente nas ruas do que nas redes sociais? Porque robô não tem carne e osso … robô não protesta”

Tem razão Reinaldo … ‘robô’ não protesta … vários ‘robôs’ têm que trabalhar para sustentar suas famílias … diferente da sua trupe de manifestantes [esquerdistas] que vive encostada no Estado e pode protestar com seus iphones a hora que bem entenderem.

Como é triste o fim de carreira!



leia também: