Jornalista Oswaldo Eustáquio envia carta a jornal e pede socorro

19/01/2021

O portal Jornal da Cidade Online alega que recebeu uma carta (de próprio punho) enviada pelo jornalista Oswaldo Eustáquio, que está preso desde o dia 21 de dezembro do ano passado (a mando do ministro Moraes).

Eustáquio, diz o site, detalhou sua rotina na prisão e o tratamento recebido dos agentes penitenciários, pagos pelo Estado para manter a saúde e integridade física dos encarcerados.

Se é verdade? Ainda não sabemos … mas o conteúdo impressiona.

… ABRE ASPAS …

Em uma hora da manhã do meu 31º dia de prisão. Precisamente, no dia 16 de janeiro, fui questionado pelo policial se eu tinha um primo com gol branco. Informei que meus primos não vivem no DF (Distrito Federal). O policial estava em conversa com o seu adjunto, Renan, que desconfiou de um possível resgate. Acham que havia uma trama para uma suposta fuga. Solicitei que fizessem uma ocorrência na Polícia Militar”, denunciou.

E completou:

“Eles não quiseram fazer. Ou seja: não estavam preocupados com a minha integridade física. Quando descartou a pífia desconfiança de fuga, ignoraram a situação; mesmo com o risco eminente de ser uma emboscada”, declarou o jornalista, acrescentando que um dos seus algozes é esquerdista declarado.
“Renan, o agente, é um esquerdista declarado e prevaricou ao não avisar a Polícia Militar; mesmo que para registro,” salientou.

“Durante a madrugada, eles gritavam e davam risada, regozijando-se e celebrando a agressão ter sido abafada. Entraram no quarto e começaram a zombar de mim: cadê o Bolsonaro? Você está preso e eu sou o Estado e meu papel é transformar sua vida em um inferno”, disse o tal agente, colega de Pacheco, recusando-se a dizer o nome.

“Procure meu nome no relatório que vai te ferrar. Já falei com o Anderson Secretário de Segurança do DF e ele disse que vai falar com a Dra. Leila Cury para te ferrar e indeferir todos os seus pedidos. Você ficará sem visita da família e vamos proibir a entrada do seu advogado”, ameaçou o desconhecido agente da escolta.

“Vamos ‘arrochar’ o Hospital para diminuir seu tempo de tratamento e, lá, no presídio, vamos acabar com você”, gritou, finalizando as ameaças.

… FECHA ASPAS …

Desesperada, esposa do jornalista pede ajuda


 

0 0 votes
Article Rating

Deixe um comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments