Juiz da Suprema Corte americana no encalço das Big Techs: “Controle de liberdade sem precedentes”

Edson Jorge Silveira | 02/05/2021 | 7:25 PM |

,

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O juiz Clarence Thomas advertiu que as empresas de mídia social possuem um “controle de liberdade sem precedentes” contra os usuários.

O juiz da Suprema Corte Americana sugeriu que as plataformas de tecnologia poderiam ser regulamentadas como serviços públicos, o que acarretaria em uma grande mudança para serviços como Facebook , Google e Twitter .

“Há um argumento justo de que algumas plataformas digitais são suficientemente semelhantes a empresas de transportes públicos ou locais [públicos] de acomodação para serem regulamentados dessa maneira”, escreveu Thomas.

A regulamentação de plataformas de tecnologia exigiria mudanças fundamentais no modo como elas operam.

Dependendo dos contornos específicos de tal regulamentação, os sites de mídia social poderiam ser forçados a alterar ou eliminar muitos dos padrões de moderação que usam.

Não é a primeira vez que ele indica abertura à ideia de derrubar o status quo da regulamentação de tecnologia.

Thomas também discutiu em sua declaração o vasto alcance de várias grandes plataformas de tecnologia sobre o fluxo de informações e até mesmo de livros.

“Uma pessoa sempre pode escolher evitar a ponte com pedágio ou o trem e, em vez disso, nadar no rio Charles ou caminhar pela trilha do Oregon”, escreveu ele.

“Ao avaliar se uma empresa exerce um poder de mercado substancial, o que importa é se as alternativas são comparáveis. Para muitas das plataformas digitais atuais, nada é. ”

(fonte: CNBC)

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

  • MAIS LIDAS DA SEMANA

  • Siga o Diário do Brasil no @GoogleNews

  • publicidade