Médico militar sobre gestão desastrosa de Mandetta: “Ficar em casa até sentir falta de ar foi um erro”

A cartilha do Ministério da Saúde, durante a gestão  de Luiz Henrique Mandetta,  recomendava que só se procurasse “um hospital de referência se estivesse com falta de ar”.

“Se você está com sintomas de gripe, fique em casa por 14 dias e siga as orientações do Ministério da Saúde para o isolamento domiciliar”, dizia o documento.


Prestem atenção na fala desse Médico Militar

“Aqui no Brasil, a recomendação era ir ao médico quando o paciente sentisse falta de ar. Se for esperar, infelizmente será tarde. A ideia é assistência médica nos primeiros sinais de sintoma. Não estamos inventando nada. Em toda doença tratada precocemente, as chances de resultados são maiores”, justificou o dr. Sandro Benites.

De acordo com ele, há profissionais da Saúde que conseguiram implantar o tratamento precoce e mostraram resultados:

“Temos a associação da hidroxicloroquina, azitromicina, zinco, ivermectina e vitamina D. Tivemos o privilégio de termos colegas utilizando protocolos aplicados no exterior e em cidades no Brasil que apresentaram resultado”, disse.

Sandro Benites – Major do Exército Brasileiro, Médico Nutrólogo e Toxicologista


 

publicidade


PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com