“Miasmas pútridos emanam no Congresso Nacional”

02/09/2021

(Luiz Philippe de Orleans e Bragança)

O Congresso sabe liderar reformas sozinho?

Em 2019 o Congresso não quiz discutir voto facultativo e candidaturas independentes.

Rejeitou a CPI da UNE, da Toga e o texto de porte de armas.

Diluiu a reforma da previdência, ignorou o voto impresso, o fim do foro privilegiado, as leis anti-crime e os pedidos de impeachment de juízes.

Sequer considerou a extinção de fundos não constitucionais e de privilégios a ex-presidentes.

Colocou a reforma administrativa em banho-maria e qualquer debate sobre reforma politica ficou para o final do ano.

Ao mesmo tempo, o Congresso ampliou seus próprios poderes aprovando o orçamento impositivo (em tempo recorde), o aumento do fundo partidário e eleitoral e o aumento de suas liberdades de como utilizá-los.

Fica claro que o Congresso precisa de ajuda …

E essa ajuda são os cidadãos nas ruas exigindo essas e outras reformas.


*** a frase Miasmas pútridos emanam no Congresso Nacional é de autoria do Dr. Enéas Carneiro ***